Brasileiro é eleito diretor-geral de aliança global da UNESCO

O jornalista e educador Alexandre Le Voci Sayad estará à frente da GAPMIL (aliança internacional da UNESCO para parcerias em Alfabetização Midiática e Informacional)

Compartilhe
, / 0

Na era da internet, discutir mídia e educação é mais que essencial. Sabendo disso, a UNESCO criou em 2013 a GAPMIL (aliança internacional para parcerias em Alfabetização Midiática e Informacional). São mais de 80 países unidos para a promoção do tema na sociedade e na elaboração de políticas públicas.

A novidade é que o jornalista e educador brasileiro Alexandre Le Voci Sayad foi eleito recentemente como o mais novo diretor-geral global da GAPMIL, cuja sede é em Paris. O mandato é de um ano, de 2020 a 2021.

Leia: Rede PEA-UNESCO une escolas públicas e particulares em busca de uma escolarização consciente

“É importante em tempos de desinformação e confusão na compreensão do mundo que a educação midiática tenha uma importância estratégica como elemento de pensamento crítico, livre expressão e cidadania, dentro e fora da escola. Eu me sinto honrado em ter sido eleito pela comunidade internacional, incluindo meus colegas do Brasil”, relatou Sayad.

A segunda cadeira será ocupada pelo acadêmico mexicano da área de biblioteconomia, Jesús Lau, da Universidade Veracruziana, que ficará a cargo da área de Ciências da Informação.

A aliança GAPMIL é a maior rede de especialistas, acadêmicos e empresas que atuam na área de alfabetização midiática e informacional em todo o mundo e conta com mais de 700 representantes. Além disso, é responsável pelo GAPMIL Awards, prêmio que anualmente reconhece as melhores práticas globais, e pela Global MIL Week, semana de celebração da Educação Midiática. Em 2020, o evento central será em Seul, Coréia do Sul.

O novo diretor-geral 

Alexandre Sayad atua há mais de 20 anos na área da educação. Foi consultor do Ministério da Educação e é autor/participou de mais de dez livros na área. É membro do conselho consultivo do Programa Educamídia (Instituto Palavra Aberta e Google), da ABPeducom e do Conselho Acadêmico da Revista Comunicar (da Universidade de Huelva, Espanha). Na consultoria ZeitGeist, onde é diretor, coordena e implementa projetos educativos em redes públicas, privadas e empresas.

UNESCO brasileiro

Alexandre Le Voci Sayad (foto: divulgação)

Leia também:

Plataforma oferece cursos e materiais gratuitos sobre educação midiática

Neuroaprendizagem: curso ajuda a entender como o cérebro aprende

Comentários

comentários

replica rolex

nudecelebvideo.net asexbox.com javset.net

PASSWORD RESET

LOG IN