Negro é a principal vítima

País atinge maior índice de assassinatos dos últimos anos

Compartilhe
, / 0

No Brasil, 75,5% das vítimas de homicídio são negras. A maior proporção da última década foi divulgada recentemente pelo Atlas da Violência 2019, realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) junto ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Em resumo, o estudo tem como base registros de 2017 do Ministério da Saúde e aponta 49,5 mil homicídios contra negros e 16 mil de não negros. Rio Grande do Norte é o estado com maior número de assassinatos com negros, 87 mil, contra 15,1 mil dos considerados não negros.

Leia também: Violência na escola é destaque de pesquisa do Unicef

Em relação às mortes, a tragédia ocorre principalmente com a população masculina jovem de 15 a 19 anos. Contudo, outra informação do Atlas é que de 2007 a 2017, o índice de negros assassinados cresceu 33,1%, já a de não negros teve um pequeno aumento de 3,3%.

Aliás, em relação às mulheres, em 2017, 4.936 foram assassinadas, o maior número em dez anos.

negro principal vítima

Foto: Shutterstock

Leia também:

Pesquisadora questiona o senso comum que vê o aumento da violência escolar

Investimento na primeira infância traz retorno imensurável, defende Nobel da Economia

Comentários

comentários

replica rolex

nudecelebvideo.net asexbox.com javset.net

PASSWORD RESET

LOG IN