História da jovem Malala Yousafzai vira peça infantojuvenil

Adaptado de um livro-reportagem, espetáculo Malala, a menina que queria ir para a escola chega à capital paulista pelo Teatro Procópio Ferreira

Compartilhe
, / 0

O espetáculo infantojuvenil Malala, a menina que queria ir para a escola, em cartaz de 14 a 27 de outubro, no Teatro Procópio Ferreira, capital paulista, busca inspirar jovens e adultos a acreditarem no poder transformador da educação.

A peça é uma adaptação do livro-reportagem de Adriana Carranca e narra a ida da jornalista ao Paquistão, dias depois de Malala Yousafzai ter sido baleada por membros do Talibã devido à sua luta para meninas terem o direito de estudar.

Leia: Exposição gratuita e inédita de Sebastião Salgado destaca a disputa pelo ouro em Serra Pelada

“Transformação. Essa foi a palavra que tomei como norte para a encenação. Revisitamos nossas brincadeiras de quintal para encontrar a Malala que existe dentro de cada um de nós. Criança ou adulto. Um papel e uma caneta podem mudar o mundo e eles estão em nossas mãos”, afirma o diretor Renato Carrera.

Malala, da real ao teatral

Idealizado pela atriz Tatiana Quadros, com adaptação de Rafael Souza Ribeiro e canções originais de Adriana Calcanhotto, a peça de classificação livre já rodou o país e foi assistida por mais de 25.000 espectadores.

“Eu queria muito que as crianças brasileiras também acreditassem que é possível mudar o mundo”, desabafa a autora do livro. Vale ressaltar que a proibição de jornalistas pisarem na região de Malala não foi barreira suficiente para impedi-la de viajar.

Informações sobre ingressos clique aqui.

Malala teatro

A peça fica em cartaz até 27 de outubro na capital paulista  (foto: divulgação)

Leia também:

Coluna José Pacheco: Educação com base em valores

Clássico ‘As aventuras de Pinóquio’ ganha nova versão

Comentários

comentários

replica rolex

nudecelebvideo.net asexbox.com javset.net

PASSWORD RESET

LOG IN