Votação do Fundeb pela Comissão Especial é prorrogada para 6/12

Deputados pediram adiamento com a alegação de que fundo prejudica Rio de Janeiro

Compartilhe
, / 836 0



A aprovação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) pela Comissão Especial foi adiada para a próxima

terça-feira, 6 de dezembro.


A votação foi prorrogada em função do pedido de vista conjunto de cinco deputados, que alegaram que o estado do Rio de Janeiro perderia com a implantação do fundo, da forma como está sendo encaminhado para o plenário.




 





De acordo com a deputada Iara Bernardi, relatora do projeto, o pedido dos deputados Eduardo Cunha, Lobbe Neto, Antenor Naspolini, Raquel Teixeira e Maurício Quintella visam retardar a votação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) e inviabilizar sua aprovação ainda este ano. “Desde o início desta comissão, vários deputados concordaram em não pedir vista e, hoje, estes vêm e pede prazo sabendo claramente que isso atrapalha a votação em plenário.”




 




A deputada Maria do Rosário concorda com Bernardi e acrescenta: “Querem impedir que esta política tão importante para o Brasil, para as crianças e para a educação brasileira seja desenvolvida sob o comando do presidente Lula. Não é por acaso que o deputado Eduardo Cunha, ligado ao ex-governador (Anthony) Garotinho, tenha pedido prorrogação da votação”.




 




O texto será encaminhado, depois de aprovado na comissão, para votação em dois turnos na Câmara e no Senado.




 




 




(Fonte: MEC)



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN