Tocantins cria órgão para discutir questões educacionais indígenas

Povos locais serão maioria no terceiro conselho instituido no país

Compartilhe
, / 896 0




Redação


O governo do Tocatins criou, na última semana (14 a 18/03), o Conselho de Educação Escolar Indígena (CEEI), para discutir a educação dos povos locais. Os temas abordados, como pedagogia, políticas públicas, avaliações institucionais e capacitação de professores, terão como base a cultura indígena.




 


O novo órgão, ligado à Secretaria Estadual de Educação (Seduc), é composto por 12 membros indígenas, três membros da Seduc e mais dois do Conselho Estadual de Educação. Participam do CEEI os povos tocantinenses Apinajé, Javaé, Karajá, Krahô, Xambioá e Xerente.


 


O estado do Mato Grosso (MT) foi o primeiro a criar o CEEI, em 1995, seguindo do Amazonas, em 1998. O MT também foi pioneiro na criação do ensino superior indígena e da licenciatura intercultural (oferecida pela Universidade Estadual de Mato Grosso – Unemat).

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN