Termômetro da valorização

Pesquisa realizada em 21 países mede o status dos professores na sociedade

Compartilhe
, / 2408 0





Você estimularia seu filho a seguir a carreira de professor? A pergunta foi incluída no Global Teacher Status Index, ranking idealizado por Sunny Varkey, fundador do grupo GEMS Education e embaixador da Unesco para a Educação e aplicado em 21 países.
#R#
Ao notar que os professores não tinham o mesmo prestígio de algumas décadas – seus pais exerceram a profissão no passado – o empreendedor decidiu investigar o fenômeno. Para os docentes brasileiros, o levantamento não é animador. O país ficou na penúltima posição da lista do “índice de valorização docente”, elaborada a partir da compilação de todas as respostas. Dentre 100 pontos possíveis, o Brasil registrou 2,4. Só não perde para Israel, que marcou 2 pontos. Uma minoria de brasileiros (17,8%) apoiaria a decisão de seus filhos de se tornarem docentes e apenas metade (52,1%)reconhece que os educadores são respeitados pelas crianças.


Já na China, que lidera o topo do ranking, além de ter os percentuais mais altos nos dois quesitos anteriores, o país chamou a atenção dos organizadores do material, por valorizar a meritocracia, dentro de um regime comunista. Os rankings completos estão no site da revista Educação.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN