Secretários de educação querem ensino médio mais flexível

Conselho de dirigentes se reuniu para discutir projeto de lei que altera currículo e objetivos desta etapa

Compartilhe
, / 1097 0

O ensino médio atual tem pouca conexão com a realidade e seu currículo não é flexível. Para tratar desta questão, os secretários estaduais de educação se reuniram durante o fim de semana em Manaus para discutir o projeto de lei 6.840/2013, em tramitação na Câmara, que dá novas diretrizes ao ensino médio. As principais defesas foram menos disciplinas obrigatórias e a exigência do ensino de inglês.

O projeto de lei foi proposto por uma Comissão Especial dedicada à reformulação do ensino médio. Ele institui a jornada de tempo integral e também propõe a divisão dos conteúdos por grandes áreas, ao invés de disciplinas. O texto também propõe que o último ano da etapa seja mais voltado a uma área específica, pela qual os alunos poderão optar.

Segundo a Agência Brasil, a previsão é que o projeto de lei seja votado até o final do ano.

Com informações da Agência Brasil

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN