Sabores do Sul

Feevale lança projeto que valoriza a gastronomia regional por meio de ações educativas realizadas com crianças e adultos por Juliana Duarte Como forma de …

Compartilhe
, / 2029 0

Feevale lança projeto que valoriza a gastronomia regional por meio de ações educativas realizadas com crianças e adultos

por Juliana Duarte

p42-Foto 2 TemperosComo forma de valorizar a gastronomia gaúcha e alavancar o turismo na região, professores da Universidade Feevale criaram o projeto de extensão Turismo e Gastronomia: Unindo Sabores e Saberes, cujo objetivo é transformar os pratos regionais em verdadeiros atrativos turísticos dos municípios de Campo Bom e Novo Hamburgo. Lançada no início deste ano, a iniciativa é fruto de uma parceria entre os cursos de turismo e gastronomia da instituição, na qual docentes e estudantes resolveram aliar experiências em prol da disseminação da cultura local.

O trabalho acontece a partir de ações periódicas realizadas com alunos da rede pública de ensino, merendeiras e também com empreendedores do setor. “A ideia é apresentar o que temos de melhor, difundindo nossas origens a partir da comida”, afirma a professora Roslaine Kovalczuk de Oliveira Garcia, coordenadora do projeto.

Desenvolvida em maio, a primeira atividade contou com a participação de 282 estudantes matriculados no ensino fundamental (4º e 5º anos) da cidade de Campo Bom. “Fizemos uma dinâmica para identificar e conhecer os principais temperos, como salsa, sálvia e tomilho, entre outros, seguida de uma explicação sobre o uso deles em nossa culinária”, diz Roslaine.

Além disso, os alunos da Feevale prepararam uma cartilha com diversas informações sobre a contribuição das etnias indígena, italiana, alemã, africana e espanhola para a gastronomia da região. Produzida em parceria com a agência de comunicação da instituição, tal publicação passou a ser trabalhada diariamente em sala de aula pelos educadores de cinco escolas participantes da iniciativa. “Queremos levar conhecimento por meio de ações dinâmicas e centradas na aprendizagem do saber e do fazer”, comenta a coordenadora. Para reforçar essa experiência, os universitários também elaboraram um jogo de tabuleiro com perguntas e respostas relacionadas ao conteúdo divulgado anteriormente.

Também faz parte do projeto a realização de oficinas gastronômicas com merendeiras das escolas. Organizados pelos alunos da Feevale, os encontros acontecem todos os semestres e envolvem cerca de 40 profissionais – o objetivo é que elas entendam a origem dos alimentos e passem a usar maior quantidade de referências locais nas refeições escolares.

Raio X
Cursos envolvidos: 2
Municípios envolvidos no projeto: 2
Alunos da Feevale envolvidos: 7 (2 de extensão e 5 acadêmicos)
Professores da Feevale: 3
Escolas municipais participantes: 5

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN