Rosa Iavelberg

professora da Universidade de São Paulo

Compartilhe
, / 881 0



Creio que a educação no país evoluiu nos últimos tempos, porque na última década houve uma transformação na consciência do professor em sua formação. Ele está consciente de que tem que se profissionalizar, ter uma mentalidade voltada à formação continuada. Na última década, houve também uma reorientação de visões, como a necessidade de reaprendizagem, o que implica melhoria de qualidade de ensino.



Creio hoje que o maior desafio é a formação do professor. Oferecer a ele formação inicial e continuada e com qualidade é a grande missão do Ministério da Educação. Temos que ter em vista que não é apenas a questão do aprimoramento dele: equipamentos de qualidade, condições ideais para praticar sua profissão, salário digno. Tudo isso também é importante.



Quanto ao futuro não muito distante da educação básica no Brasil, penso que houve uma ruptura da visão educacional, em detrimento da visão política. A atual gestão cortou algumas políticas da gestão anterior, rompendo um trabalho de oito anos. Quem perde com isso é o professor. Penso sim que há bons exemplos de gestores estaduais e municipais, mas de fato olho com receio para o que está acontecendo neste momento.



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN