Revista Educação é finalista do GP Ayrton Senna de Jornalismo

Reportagem “Nenhum remédio educa” está entre as cinco finalistas; premiação final será em 25 de maio

Compartilhe
, / 903 0


A revista
Educação

está entre os cinco finalistas do prêmio Ayrton Senna de Jornalismo, do Instituto Ayrton Senna, com a reportagem “Nenhum remédio educa”, na categoria “Revista”. O prêmio é o mais respeitado e concorrido entre os
jornalistas e fotógrafos que se preocupam em abordar questões infanto-juvenis sob a ótica do Desenvolvimento Humano

.


 




A matéria “Nenhum remédio educa”, de Lívia Perozim, subeditora da revista Educação, discutiu o excesso de medicação e a falta de critérios no diagnóstico de crianças tidas como hiperativas ou portadoras do Transtorno do Déficit de Atenção (TDAH). Com um novo olhar sobre essa questão, febre nas escolas particulares e públicas, a matéria apontou novos caminhos para lidar com dificuldades de aprendizagem e problemas de comportamento, além de mostrar o quanto a banalização do uso de remédios psicotrópicos, receitados nesses casos, podem ser prejudiciais ao agir no cérebro de uma criança em desenvolvimento.







 









 




Leia aqui a reportagem





“Nenhum remédio educa”


.




Em sua 8ª edição, o GP Ayrton Senna de Jornalismo reuniu mais de 1.500 reportagens e 105 veículos inscritos, nas categorias Revista, Jornal, Rádio, Fotografia e Televisão. No dia 25 de maio serão anunciados os vencedores.



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN