Resiliência é uma capacidade que pode ser atingida por todos

Psicóloga levou ao Grande Encontro da Educação mensagens para a vida fluir sem sofrimentos e estagnação

Compartilhe
, / 764 0
resiliência

Lia Fonseca é pscicóloga e coaching (foto: Gustavo Morota)

No painel Inteligência emocional, do Grande Encontro da Educação 2018, a psicóloga Lia Fonseca falou para gestores e gestoras sobre resiliência – capacidade do ser humano se autoconhecer, ter controle das situações, saber lidar com as habilidades socioemocionais e outros.

A psicóloga contou que todo ser humano tem potencial e pode desenvolver o seu lado resiliente. Para isso, é necessário dar o estímulo correto. Nessa busca, segundo Lia, há duas vertentes: saber resolver traumas – sem se estagnar e ficar no sofrimento ou questionamentos sem fim – dando continuidade à trajetória e dar significados diferentes a uma crença.

“Há oito áreas da vida que estruturam a resiliência. Falar de resiliência é falar de equilíbrio. É importante compreender os sinais do seu corpo. Porque se você não passar pelo processo do autoconhecimento, se você não sabe quem é você, quem conhecerá você? ”

Análise de contexto, autoconfiança, leitura corporal, autocontrole, otimismo, empatia, conquistar e manter pessoas e sentido da vida as áreas apontadas pela psicóloga.

No final de sua palestra, Lia deixou alguns conselhos:

“Não aceite o que não pode mudar e contente seus esforços no que você pode alterar”.

“Faça conexões. Comunique-se”.

“Mantenha otimismo. Construa relações de amor e confiança, porque se não for você não gostar de si mesmo quem vai?”.

O 4 ° Grande Encontro da Educação 2018 aconteceu nos dias 27 e 28 de agosto, no Centro de Convenções Rebouças. O principal objetivo é discutir o futuro das escolas.

Leia também:

Qual o panorama do acesso de meninas à educação no Brasil

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN