Quebrando o paradigma da hospedagem de um LMS em servidor próprio

Estamos em uma nova era para o aprendizado. As tecnologias estão modificando a indústria nas mais variadas formas e os gestores do Ensino Superior aproveitam esta oportunidade para reavaliar tudo: desde os programas oferecidos até os sistemas que utilizam junto aos professores e alunos. Um dos tópicos mais importantes neste processo diz respeito ao sistema de gestão de aprendizagem (LMS, em inglês) que, de maneira evidente, é um dos primeiros sistemas que os administradores buscam atualizar.

Compartilhe

POR LARS JANÉR – Diretor da Instructure na América Latina

canvas

Até pouco tempo atrás, instituições de ensino superior tinham poucas opções de LMS. Grande parte delas optou por hospedar seu próprio sistema de gestão de aprendizagem de código aberto, pois essa abertura se alinha com os princípios educacionais modernos, e a auto-hospedagem parecia oferecer mais controle. Porém, cada vez mais, as instituições estão deixando de lado este legado de sistemas mais antigos (muitas vezes, pesados) e optando por sistemas LMS com arquitetura na nuvem, que promovem APIs abertos, atualizações automáticas, interfaces amigáveis e intuitivas, além de prover completa segurança dos dados. A seguir, exploramos alguns dos principais motivos que estão conduzindo esta mudança.

 

O VERDADEIRO CUSTO DE PROPRIEDADE

No caso das opções tradicionais popularmente “grátis” e auto-hospedadas, o código é livre, mas há diversos custos associados. Embora grande parte deles esteja relacionada à equipe administrativa necessária para executar o sistema, há outros custos menores referentes a hardware, despesas indiretas da instituição, ao preço por não estar alinhado à aprendizagem do século 21, além dos imprevistos associados ao ônus de gerenciar seu próprio sistema, como os que ocorrem devido a violações de segurança, falhas e tempo de inatividade.

Considerando todos os custos envolvidos com a hospedagem própria, o “grátis” passa a ser um termo equivocado para a realidade de muitas instituições e faz com que elas reavaliem seus sistemas atuais e migrem para opções mais novas e melhores, como o Canvas.

O Canvas é uma plataforma de gestão de aprendizagem hospedada na nuvem, de código aberto e administrada comercialmente, que simplifica custos por meio de um montante fixo e permite às equipes institucionais focarem seus esforços e atenção em assuntos mais importantes do que gerir um LMS. Instituições que recentemente migraram para o Canvas relatam um valor incomparável quando se trata de:

Disponibilidade – 99,9% do tempo disponível com provisionamento automático para máximo desempenho

Confiabilidade – Hospedagem, segurança, backups e atualizações automáticas sem tempo de parada

Suporte – Serviço e equipe de suporte de primeira classe

Usabilidade – Fácil de usar e com grande adoção

 

O PODER DA NUVEM

Os sistemas de gestão de aprendizagem tão popularmente conhecidos, desenvolvidos para execução em servidores locais, vêm lutando para competir nesta nova era de software na nuvem. Um sistema de gestão de aprendizagem nativo na nuvem significa que as instituições não precisam mais se preocupar com a compra, configuração e manutenção do servidor, hardware ou software. Elas não precisam alocar esforços de sua equipe de TI para fazer a manutenção do LMS nem se preocupar com violações de segurança, indisponibilidade, atualizações ou correções.

Como o único LMS verdadeiramente nativo na nuvem, o Canvas tem conquistado uma crescente popularidade em todo o mundo. A sua arquitetura multi-tenant se beneficia da Amazon Web Services para distribuir computação sob demanda. Isso permite ao Canvas fornecer auto provisionamento, utilizar redundância de dados e failover entre diferentes localidades, além de atualizações automáticas sem indisponibilidade.

Além disso, o potencial da nuvem de desenvolver comunidades de usuários mais colaborativas é cada vez mais evidente. Na nuvem, todo mundo utiliza a versão mais recente. Todos os usuários se beneficiam dos últimos avanços e falam o mesmo “idioma”.

Atualmente, o Canvas possui uma das comunidades de usuários mais ativas sobre Educação. Dentro dela, os participantes compartilham ideias e planos de estudo, discutem sobre tendências, participam de atividades de desenvolvimento profissional, conectam-se com outros usuários e modelam o desenvolvimento do produto por meio de sugestões e votação.

 

SEGURANÇA

A proteção de dados dos professores e alunos no Ensino Superior é fundamental. Em um mundo cheio de hackers e falhas de servidor, a auto-hospedagem pode colocar as instituições em risco. Algumas delas montaram equipes inteiras e investiram muito em infraestrutura para fornecer redundância de dados e segurança diligente. Tal investimento é um luxo para grande parte das instituições, e aqueles que não podem pagar o próprio quadro de segurança interno são colocados em uma situação vulnerável.

O Canvas protege legalmente a privacidade de seus usuários ao utilizar o serviço de hospedagem mais seguro que há na nuvem: o Amazon Web Services. Além disso, o Canvas emprega uma equipe de segurança de primeira classe, exclusivamente dedicada a proteger os dados dos clientes. O backup de cada byte é feito automaticamente, quase em tempo real, em múltiplos data centers de localidades distintas.

O Canvas também é o único LMS que conduz abertamente auditorias anuais de segurança, em que uma empresa externa tenta hackear o Canvas e relata quaisquer vulnerabilidades ou fraquezas. Esse relatório é disponibilizado na íntegra para o público e os pontos são imediatamente tratados. Como o Canvas é de código aberto no GitHub, o código pode ser experimentado por qualquer pessoa. Este tipo de transparência ajuda os usuários a sentirem confiança na segurança do codebase do Canvas, assim como no tratamento de reparos do sistema.

 

FOCO NO FUTURO

Ao avaliarem os sistemas e ofertas atuais, é importante que as instituições pensem no futuro. Em vez de basear as avaliações apenas nas condições de hoje, elas devem pensar onde precisam estar daqui a três ou cinco anos. Por exemplo, atualmente faculdade e alunos interagem cada vez mais via celular. O seu sistema de gestão de aprendizagem tem aplicativos móveis nativos? O Canvas foi feito para um mundo móvel e oferece um conjunto completo e integrado de aplicativos para esta finalidade.

E vídeo? Pesquisas demonstram que vídeo é um dos tipos de mídia mais populares para aprender em casa, no trabalho e, mais importante, na instituição. Professores e alunos estão usando vídeo em ambientes de aprendizagem como nunca visto. Assim como no Canvas, o seu LMS deveria incluir capacidades essenciais, como captura de vídeo incorporada, feedback e conferência em vídeo.

Além disso, a aprendizagem híbrida e a educação à distância continuam a crescer em popularidade, mas para implantar estes métodos, as instituições precisam de um sistema de gestão de ensino moderno que seja fácil de usar, adaptável às necessidades exclusivas dos alunos e capaz de facilmente integrar-se a outros softwares populares.

Com as tecnologias de hoje, não faz sentido escolas e universidades se preocuparem em manter um sistema de gestão de aprendizagem. Em vez disso, elas poderiam direcionar esforços para outros pontos importantes que causam impacto no aprendizado e no ensino de hoje e do futuro. O modelo comercial de código aberto do Canvas é o melhor dos dois mundos: dá às escolas a liberdade de determinar como e para quê usam a plataforma, e fornece acesso a uma comunidade crescente de usuários que ajuda a melhorar o código base, assegurando que o software evolua tão rápido quanto os alunos, professores e práticas educacionais. Além de ser uma plataforma de código aberto, o Canvas apoia iniciativas abertas em diversas formas: educação aberta, normas abertas, conteúdo aberto, pesquisa aberta. Porque quando se trata de ensinar e aprender, abertura é a única forma de seguir adiante.

Você sabia que é possível testar o Canvas em sua sala de aula? Você pode. Agora mesmo: www.canvaslms.com/brasil/ensino

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN