Proteção à voz dos professores pode virar lei

Projeto quer definir ações de prevenção e recuperação vocal aos profissionais de educação

Compartilhe
, / 1217 0

Lecionar para salas de aula que chegam a ter 50 alunos pode trazer problemas à voz dos educadores. Além de transmitir o conteúdo, a rotina de um professor inclui tentar falar mais alto que as conversas durante a aula e chamar a atenção dos dispersos. Para prevenir e tratar a voz dos profissionais de educação, foi aprovado na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados o projeto de lei (PL 2776/11) que cria a Política Nacional de Saúde Vocal.

O projeto tem como alvo os professores da educação básica ao ensino superior tanto da rede pública quanto da particular. Caso a lei seja aprovada, estes profissionais farão exames vocais e fonoaudiológicos e, caso apresentem problemas, terão acesso a programas de recuperação. No eixo da formação, o projeto também prevê que os cursos de licenciatura tenham disciplinas sobre saúde vocal, além de promover de oficinas sobre o tema.

Para ser aprovado pela Câmara, o texto ainda deve passar pelas comissões de Seguridade Social e Família, Constituição e Justiça e de Cidadania.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN