Projetos com foco na primeira infância são reconhecidos em prêmio

Conheça iniciativas vencedoras do edital

Compartilhe
, / 527 0
Projetos com foco na primeira infância são reconhecidos em prêmio

Foto: Shutterstock

Cinco projetos voltados à primeira infância foram premiados no ‘Edital de Boas Práticas do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente’. O prêmio é promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) em parceria com o programa Prioridade Absoluta do Instituto Alana e a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (FMCSV).

O edital reconheceu iniciativas que buscam garantir os direitos das crianças durante a primeira infância. “Os projetos premiados se destacaram por ter alinhamento com marcos legais, articulação com a rede de garantia dos direitos da criança, alto impacto, inovação e potencial de replicabilidade em outras regiões”, afirma Thaís Dantas, advogada do programa Prioridade Absoluta.

Os vencedores, além de receberem placas de reconhecimento em cerimônia especial, terão suas experiências divulgadas para a rede de profissionais do TJSP e redes de parceiros da FMCSV e do Instituto Alana, para que possam inspirar novas iniciativas.

Conheça os cinco projetos vencedores:

– Projeto ‘AFIN’, de Nova Odessa: É uma obra social que disponibiliza textos, vídeos, palestras, sociodramas e painéis ilustrados, físicos e digitais, com conteúdo científico das áreas de medicina, psicologia e pedagogia, capazes de incentivar pais e cuidadores à promoção de ações construtivas no desenvolvimento da saúde emocional de suas crianças e adolescentes, com foco na Primeira Infância. O projeto é da Vara da Infância e Juventude de Nova Odessa, em parceria com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc).

– Projeto ‘Entrega Voluntária’, de Santos: Frente ao número crescente de gestantes que procuram a Seção Técnica de Psicologia e Serviço Social da Vara da Infância e da Juventude, manifestando o desejo de entregar seus filhos em adoção, é realizado um trabalho de articulação visando à construção de um protocolo de atendimento pelos vários serviços envolvidos no município, com o objetivo de oferecer espaços de acolhimento, escuta e orientação que as auxiliem nessa decisão. O projeto é coordenado pela Vara da Infância e da Juventude e do Idoso de Santos – Seção Técnica de Psicologia e Serviço Social Judiciário.

– Projeto ‘5 Atitudes Guardiãs da Primeira Infância’, de Guarujá: O projeto desenvolve ações de sensibilização e conscientização para a importância do brincar, da oferta de estímulos e de um ambiente acolhedor na Primeira Infância como base para o desenvolvimento psicológico, cognitivo e social saudáveis. O projeto é da CRAS Morrinhos – Centro de Referência de Assistência Social da Prefeitura Municipal do Guarujá.

– Projeto ‘Mamãe Bem Querer’, de Sumaré: O projeto é um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Especializado, realizado pelo Instituto Bem Querer desde 2009. Consiste no único serviço dessa natureza na cidade a ofertar, gratuitamente, apoio integral a gestantes vitimizadas e em situação de gravidez precoce e suas famílias, recebendo encaminhamentos de toda a rede socioassistencial. O projeto do Instituto Social e Educacional Bem Querer para Sustentabilidade Comunitária, de Sumaré.

– Projeto ‘O Cuidado com a Primeira Infância’, de São José dos CamposTrata-se de um projeto intersecretarias – Secretaria de Educação e Cidadania e Secretaria de Saúde, que visa à sensibilização, capacitação e responsabilização dos profissionais da área de Educação Infantil e Saúde para o reconhecimento das vulnerabilidades e dos sinais de alerta e ‘sintomas’ de violência contra criança, e, a partir desta premissa, desencadear ações para desenvolvimento integral da criança, cuidados em saúde e proteção social. O projeto é da Secretaria Municipal de Educação e Cidadania e Secretaria de Saúde de São José dos Campos.

Leia também:

Envolver diferentes setores governamentais no atendimento às crianças pequenas é tendência promissora

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN