Projeções preocupantes

CARTA AO LEITOR | Edição 201 O Semesp acaba de divulgar a 9ª Pesquisa de Inadimplência, realizada anualmente com as instituições de ensino superior …

Compartilhe
, / 1070 1

CARTA AO LEITOR | Edição 201

O Semesp acaba de divulgar a 9ª Pesquisa de Inadimplência, realizada anualmente com as instituições de ensino superior privadas. Num cenário conservador, o levantamento prevê a interrupção da sequência de quedas registradas desde 2009 e uma elevação do índice acima de 7% em 2015.

Uma variável de grande relevância nas projeções é a interrupção da disponibilização ininterrupta do Fies. Até 2014, os alunos que atravessassem algum período de dificuldade financeira poderiam acessar o financiamento estudantil a qualquer momento do ano, mas com as restrições orçamentárias e as alterações nas regras do Fies, essa alternativa deixou de ser possível.

Os recuos da inadimplência ao longo dos seis últimos anos foram um reflexo não apenas do aperfeiçoamento dos processos de gestão das instituições, mas principalmente do crescimento do Fies. Por esse motivo, o Semesp está atento para tentar impedir que o segmento seja afetado, especialmente os elos mais frágeis dessa cadeia – as IES de pequeno porte, com até 2 mil alunos.

Essa mesma postura de atenção à realidade do setor e do país levou o Semesp a escolher a “Economia da educação” como tema do 17º Fnesp, que será realizado em 24 e 25 de setembro, em São Paulo, com a presença de palestrantes renomados como Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central, Dirk Van Damme, da OCDE, John O’Brien, da Educause, e Mozart Ramos Neves, do Instituto Ayrton Senna.

O Sindicato convida todo o segmento a participar desse debate e refletir sobre as oscilações econômicas que prejudicam a gestão das IES.

Hermes Ferreira Figueiredo, presidente do Semesp

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN