Programa de leitura para rede pública atinge cerca de 50 mil alunos

Círculos de leitura busca diminuir violência nas escolas periféricas, da cidade ou de regiões esquecidas pelo desenvolvimento econômico

Compartilhe
, / 555 1
leitura

30% dos brasileiros nunca compraram um livro (foto: Shutterstock)

Protagonismo juvenil e desenvolvimento de competências socioemocionais são os pilares do programa Círculos de leitura, que atua com jovens de escola pública de São Paulo e Ceará há 18 anos.

Pesquisa do Instituto Pró-Livro aponta que 44% dos brasileiros não leem e 30% nunca compraram um livro. Nesse projeto, é a partir da literatura que os jovens são apresentados às demais expressões artísticas. Ler para sensibilizar, refletir e discutir é o lema.

Outro dado que mostra que a educação precisa se voltar para a leitura foi divulgado pelo Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), que faz levantamento com jovens de 15 a 16 anos. Dos cerca de 70 países pesquisados, o Brasil está na 59ª posição na área de leitura.

Criado pelo Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial, o Círculos de leitura teve seu piloto em 2000, quando trouxe a leitura – como forma alternativa à violência escolar – a um pequeno grupo de alunos da Escola Municipal Conforja, em Diadema. A cidade na época era uma das mais violentas de São Paulo.

leitura na rede pública

Instituto Fernand Braudel é o impulsador do projeto

Durante as atividades, os alunos têm um resgate da tradição oral. Eles leem em voz alta e discutem o tema do livro em grupo, sentados em círculo como o próprio nome do projeto insinua.

Dom Casmurro, de Machado de Assis, O pintor, a cidade e o mar, de Monika Feth, Otela, de William Shakespare e O banquete, de Platão fazem parte das leituras. Passeios a museus e centros culturais também fazer parte do projeto.

Desde 2007, as atividades são levadas também à algumas Etecs (escolas técnicas estaduais).  Hoje o projeto atinge cerca 128 escolas e durante os 18 anos já atingiu cerca de 50 mil alunos.

Esse ano, em comemoração aos 18 anos do programa, foi lançado o livro Círculos de Leitura – a arte do encontro, que em 190 páginas, revela a história, metodologia, comentários dos jovens participantes e outros.

Clique aqui e saiba mais.

Leia também:

BNCC: desafio é a histórica carência na formação de professores

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN