Precisamos falar sobre Educação Bilíngue e BNCC

Compartilhe
, / 848 0
educação bilíngue

Crédito: Shutterstock

O constante aumento da integração entre nações, povos e culturas tornou essencial o conhecimento de uma segunda língua para o desenvolvimento pessoal e profissional de indivíduos que buscam inserção em um mundo globalizado. Apesar das inúmeras possibilidades de alcance do bilinguismo, é também crescente o interesse de pais e alunos por estratégias de aprendizado de uma nova língua que sejam cada vez mais associadas ao cumprimento do currículo escolar e ao desenvolvimento pessoal. O objetivo é que o aprendizado do inglês como segunda língua aconteça de maneira orgânica, ao passo que o aluno aprende outras disciplinas da estrutura curricular da escola, como história, geografia e biologia.

De acordo com a especialista em educação bilíngue Virgínia Garcia, o Ensino Bilíngue proporciona ao aluno maior discernimento de seus processos cognitivos e desenvolve um maior número de estratégias de aprendizagem. Além disso, o contato com outras culturas e costumes proporcionado pelo ensino de uma nova língua, promove nos alunos uma maior tolerância às diversidades e, por consequência, impulsiona os alunos bilíngues à conscientização de que somos todos cidadãos globais, desenvolvendo assim competências que são essenciais para o futuro.

Ao falar de educação bilíngue, é importante ressaltar a diferença entre escola internacional e escola com programa bilíngue. A escola internacional tem o ensino fundamentado em currículo e a proposta pedagógica de outro país; já uma escola com programa bilíngue utiliza, de maneira exclusiva, o currículo brasileiro e pode incluir uma carga-horária estendida para inserção do ensino do idioma na estrutura curricular da escola. Em outras palavras, no contexto de educação bilíngue, os alunos não têm aulas de inglês, mas sim, aulas em inglês. O idioma é, então, utilizado como meio de instrução de ensino, ao invés de ser apenas a finalidade da aula.

O fundamento básico da educação bilíngue é fazer uso da língua materna do aluno para ensinar conteúdo escolar, incluindo nesse ensino o contato e aprendizado de um idioma adicional. Dentre os benefícios que o Ensino Bilíngue proporciona na vida escolar e acadêmica dos alunos que foram imersos nessa modalidade de ensino, alguns dos benefícios mais aparentes são a maior capacidade de organização, concentração e o melhor desenvolvimento de habilidades cognitivas relacionadas à escrita, à fala e à leitura.

No Brasil, de acordo com pesquisas feitas pelo Conselho Britânico, 92% das posições de trabalho oferecidas por recrutadores tem como pré-requisito o conhecimento de inglês em nível avançado. Na mesma pesquisa, verificou-se que menos de 1% dos brasileiros fala inglês fluentemente. Desse modo, percebe-se a existência de um grande intervalo entre as necessidades do mercado brasileiro e a oferta de mão-de-obra com domínio do idioma.

Com a recente atualização da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o ensino de língua inglesa tornou-se obrigatório em todas as escolas, inclusive as do setor público, a partir do Ensino Fundamental II. Nesse contexto, alguns dos principais desafios das escolas será encontrar docentes qualificados para o ensino bilíngue e a adaptar o ensino do idioma a estrutura curricular já vigente.

Considerando esse cenário, o programa bilíngue da International School foi estruturado para oferecer um suporte completo aos alunos, professores e gestores escolares. As escolas podem optar por aplicar o programa bilíngue, utilizando a sua própria estrutura e recursos. Além da abordagem e dos kits de materiais, oferece apoio às escolas na formação de professores, implementação e monitoramento de qualidade do Ensino Bilíngue em visitas mensais. O foco da International School está em oferecer soluções bilíngues com elevados padrões de qualidade, como um primeiro passo para a transformação da educação brasileira.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN