Porcentagem de vagas ocupadas por mais pobres no ensino superior cresce

Segundo pesquisa do IBGE, distorção idade-série também apresentou tímida redução

Compartilhe
, / 965 0

A porcentagem de pessoas pobres na universidade pública quadruplicou nos últimos 10 anos. Os 20% mais pobres da população representavam 1,7% do total de alunos em 2004 e passou a 7,2% em 2013. Ao mesmo tempo, os 20% mais ricos tiveram sua participação na universidade pública reduzida: de 55% para 38,8%.

Segundo a Síntese de Indicadores Sociais, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o mesmo fenômeno foi observado nas universidades privadas, já que a participação dos mais ricos caiu de 68,9% para 43%, e a dos mais pobres cresceu de 1,3% para 3,7%.

A pesquisa também constatou que, neste período, houve redução da distorção idade-série dos jovens de 15 anos a 17 anos. Em 2004 apenas 44,2% dos alunos dessa faixa etária estavam no ensino médio, número que subiu para 55,2%. Já os alunos de 13 a 16 anos que estavam fora da série adequada eram 47,1% em 2004 e diminuiu para 41,4% em 2013.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN