Pesquisa revela a situação da educação básica na Reforma Agrária

Inep avaliou 5 mil assentamentos em 1651 cidades para coletar dados

Compartilhe
, / 988 0





Redação

 




Até 2004, havia

987.890

 crianças e adolescentes estudando nos assentamentos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A maioria freqüenta hoje as aulas em escolas pequenas, que possuem materiais inadequados e instalações precárias. Essas conclusões foram apresentadas na primeira Pesquisa Nacional da Educação na Reforma Agrária (Pnera), realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) entre os dias 29 de novembro de 2004 e 5 de janeiro deste ano.


Em parceria com funcionários do Incra, os pesquisadores do Inep percorreram

5.595

assentamentos em 1.651 municípios brasileiros para fazer o levantamento dos dados. De acordo com o presidente do instituto de pesquisa, Eliezer Pacheco, o objetivo do trabalho foi identificar problemas existentes nessas regiões para que os ministérios da Educação e do Desenvolvimento Agrário possam redefinir as políticas públicas para os assentamentos.



 


A pesquisa revela que 95,7% dos alunos de primeira a quarta série do ensino fundamental estão na escola, o que equivale à média nacional. Entretanto, apenas 3,5% das instituições de ensino oferecem creches. O estudo também mostra deformidades no ensino fundamental: 92,5% das crianças entre sete e dez anos freqüentam as séries iniciais, mas apenas 45% dos jovens na faixa de 11 a 14 anos estão nas séries finais (quinta a oitava série) – o que comprova a distorção entre idade e série ideal.


 


A situação também é preocupante em relação aos adolescentes com idade entre 15 e 17 anos. Mais de 76% desses jovens estudam e, no entanto, apenas 17% deles estão matriculados no ensino médio regular. Entre os que estão fora da escola, 48,1% estudaram até a 4ª série do ensino fundamental. Para conhecer outros dados da pesquisa, acesse o site



www.mec.gov.br



.



 


 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN