Países assinam novo marco pela educação

Documento dá orientações para o cumprimento da Agenda Educação até 2030

Compartilhe
, / 273 0

Até 2030, mais de 70 ministros e dirigentes de educaçãodo mundo se comprometeram a investir de 4% a 6% de seus PIBs em educação. Este é um dos itens do Marco de Ação Educação 2030, que institui estratégias para implementação, coordenação, financiamento e revisão da Agenda Educação 2030. Ele foi assinado na 38ª Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), em Paris.

Os países também se comprometam a ajudar a cobrir globalmente o deficit de US$ 40 bilhões de dólares, direcionado principalmente a locais onde as necessidades são mais agudas. O Brasil é um dos países que assumiu o compromisso, mas tem uma meta superior quando o assunto é o investimento comparado ao PIB. Até 2024, o país terá que investir pelo menos 10% do total, de acordo com o Plano Nacional de Educação.

Este documento foi firmado para dar continuidade ao Marco de Ação de Dakar, Educação para Todos, firmado em 2000 por 164 países e que vigorou até 2015. De acordo com a Unesco, só um terço dos países conseguiu cumprir todas suas metas. O Brasil foi um dos que não alcançaram estes objetivos. A falta de recursos está entre os principais motivos mundiais para isso, segundo o órgão internacional.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN