No caminho certo

BOAS PRÁTICAS | Edição 201 Estudantes da Miami Ad School/ESPM criam campanha para encontrar pessoas desaparecidas por Juliana Duarte Foi durante uma aula na …

Compartilhe
, / 753 0

BOAS PRÁTICAS | Edição 201

Estudantes da Miami Ad School/ESPM criam campanha para encontrar pessoas desaparecidas

por Juliana Duarte

Divulgação

Missing IDs: divulgação impressa e on-line de casos de pessoas desaparecidas

Foi durante uma aula na Miami Ad School/ESPM, em São Paulo (SP), que os alunos Camilla Ciappina, Mariana Carvalho, Luiz Vouga e Yuri Gomes tiveram a ideia: criar um projeto que ajudasse na busca de pessoas desaparecidas. Viabilizada pela instituição, a iniciativa Missing IDs nasceu no começo de 2015. Como estão matriculados nos cursos de direção de arte e redação, os estudantes se dedicaram a elaborar uma comunicação visual diferente de outras campanhas do gênero. Surgiu a ideia de produzir carteiras de identidade com as fotos dos desaparecidos e espalhá-las em pontos estratégicos da capital paulista, como shoppings e estações de metrô.

A iniciativa começou como um projeto curricular e ganhou corpo com as orientações do professor Dió Wenderly. “Quando alguém encontra um documento na rua, a primeira reação é tentar achar o dono. Mas e se ele tivesse sumido? A partir disso, tivemos a ideia”, explica Camilla, uma das autoras da proposta. Para cada pessoa desaparecida, os estudantes imprimem cerca de 200 Registros Gerais (RGs) plastificados, com dados de contato.

A ação também tem espaço no mundo virtual. O grupo administra uma conta criada no Instagram e a página oficial no Facebook, com cerca de 8 mil curtidas. A divulgação via redes sociais, que costuma ter um alcance grande e de baixo custo, ajuda a contornar a falta de patrocínio. Em pouco mais de uma semana de criação da iniciativa, os estudantes ajudaram a encontrar quatro pessoas. Três meses depois, 14 cidadãos foram localizados com o apoio do Missing IDs.

Um objetivo para o futuro é desenvolver um site no qual os próprios familiares dos desaparecidos poderão incluir fotos e informações em templates prontos. “Assim, todos conseguirão ter acesso à iniciativa, imprimir as carteiras e ‘perdê-las’ por aí”, diz Mariana. Parentes e amigos de pessoas desaparecidas podem comunicar o ocorrido via e-mail (missingids@gmail.com) ou mensagem inbox no Facebook (facebook.com/Projetomissingids). É preciso fornecer o máximo de informações possível, como nome, contato, data de desaparecimento, idade e região. “Projetos assim fazem o aluno desenvolver a capacidade criativa ao mesmo tempo que contribuem para sua formação como cidadão”, ressalta o diretor acadêmico Paulo Sérgio Quartiermeister.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN