Na rede municipal de São Paulo, 78% dos gestores consideram local de trabalho inseguro, mostra pesquisa

Estudo “Retratos da Rede 2017” foi conduzido pelo Sindicato dos Especialistas em Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo (Sinesp)

Compartilhe
, / 428 0
Na rede municipal de São Paulo, 78% dos gestores consideram seu local de trabalho inseguro, mostra pesquisa

Crédito: Shutterstock

A percepção de que seu local de trabalho está mais sujeito à violência aumentou entre os gestores da rede municipal de São Paulo. A constatação foi aferida na pesquisa “Retratos da Rede 2017”, conduzida pelo Sindicato dos Especialistas em Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo (Sinesp).

Segundo o levantamento, que ouviu 565 gestores municipais, 78% consideram seu local de trabalho inseguro (contra 72,1% no ano anterior). Ausência de vigilância ou policiamento foram apontados por 47,8% dos respondentes, e problemas no entorno escolar por 39,8%.

A pesquisa foi feita no ano de 2016 e traz ainda números relativos à saúde, gestão de pessoas, apoio técnico da secretaria municipal, ambiente físico e equipamentos e capacitação. Sua média ponderada resulta num índice, o Isem, que vai de 0 a 1. Neste ano, ele se manteve em 0,27. Numa escala de 0 a 10, a nota seria 2,7.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN