Na íntegra

Obras completas de Adolfo Bioy Casares começam a ser publicadas no Brasil em homenagem ao centenário do grande escritor argentino

Compartilhe
, / 2655 0
Primeiro volume das obras completas de Bioy Casares reúne seis livros e fotos exclusivas, como as que aparecem nessa página que mostra escritor e sua esposa, Silvina Ocampo

O escritor argentino Adolfo Bioy Casares não é tão famoso quanto seu amigo e parceiro de escrita Jorge Luis Borges. Mas isso não tem relação nenhuma com suas qualidades literárias. Bioy Casares é autor de livros e contos memoráveis e é reconhecido dentro e fora da Argentina como um dos grandes escritores do nosso tempo. Sua prosa é única e seu estilo é do tipo que faz os livreiros se perderem na hora de classificá-los. Eles misturam suspense, envolvem situações fantásticas e, alguns dirão, carregam elementos de ficção científica.

Aqui no Brasil, a Biblioteca Azul tem planos de publicar sua obra completa. O primeiro, dos três volumes previstos, saiu no finalzinho de 2014, ano de comemoração do centenário do escritor. A edição reúne seis livros, incluindo seu romance mais conhecido, A invenção de Morel, lançado pela primeira vez em 1940.

#R#

Bioy Casares tinha 26 anos quando publicou essa história, recebida com grande entusiasmo e saudada como representante de um novo gênero literário. A trama conta a história de um fugitivo que se esconde em uma ilha do Pacífico e julga estar sozinho até o dia em que toma conhecimento da presença do personagem-título do livro,
o inventor de uma espécie de gravador multimídia capaz de reproduzir todos os elementos sensíveis da realidade. O título faz uma alusão clara a outro inventor, o doutor Moreau, da ilha fictícia de H. G. Wells. Desde a primeira edição, a obra segue intrigando leitores e inspirando adaptações e outras histórias, como filme O ano passado em Marienbad, de Alain Resnais, a série televisiva de grande sucesso Lost.

Os outros quatro livros que compõem o volume são As vésperas de Fausto, raridade lançada em uma edição independente em 1949, Plano de fuga e A trama celeste, que se encontravam há décadas fora das livrarias, e História prodigiosa e O sonho dos heróis. Este último, editado recentemente pela Cosac Naif, é uma espécie de romance onírico onde o personagem central, Emilio Gauna, passa todo o tempo da narrativa tentando recordar os acontecimentos de uma única noite de carnaval. “O que originou meu argumento foi a ansiedade que sentimos quando perdemos algo”, declarou o escritor. O segundo e o terceiro volume da coleção deverão ser lançados ainda neste ano.

Obras completas de Adolfo Bioy Casares – volume A
(Biblioteca Azul, 745 págs., R$ 69,90)

 

Outras leituras

A secretescrita e o desafio decifradórico
de Francisco Marques Vírgula Chico dos Bonecos
(Peirópolis, 32 págs., R$ 22)
Mais do que um livro de histórias, a publicação é uma brincadeira na qual as crianças devem decodificar mensagens criptografadas com a ajuda de um astrogal, um “aparelho de esconder mensagens” muito utilizado na Grécia antiga e impresso na orelha do livro.

Joana no trem
de Kathrin Schärer
(Brinque-Book, 40 págs., R$ 32,30)
Uma história desenvolvida e contada aos leitores enquanto a ilustradora desenha e ‘conversa’ com seus personagens. O ponto de partida é uma viagem de trem, em que uma porquinha sentada no banco de um dos vagões começa a questionar sua identidade e destino.

As 14 pérolas da mitologia grega
de Ilan Brenman
(Escarlate, 72 págs., R$ 39,90)
As referências à mitologia grega estão por toda parte e alguns de seus personagens são figuras bem conhecidas entre nós, a exemplo de Afrodite, Narciso, Pandora e Ícaro. Nesta seleção, são recontadas algumas das melhores histórias da mitologia grega para aqueles que ainda não as conhecem ou para quem deseja relembrá-las.

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN