Museu de Arte Moderna de São Paulo reúne pinturas impressionistas

Mostra exibe 70 obras de precursores do movimento na França e de artistas brasileiros ou que vieram ao Brasil e aderiram à então chamada pintura pitoresca

Compartilhe
, / 1155 0
Museu de Arte Moderna de São Paulo reúne pinturas impressionistas

Giovanni Battista Castagneto – Praia do Leme 1895 – Coleção particular | Crédito: © Jaime Acioli

Num período de 45 anos, entre 1844 e 1889, a cidade do Rio de Janeiro, capital da República, passou de 6 lojas voltadas à venda de tintas em geral para 52 lojas especializadas no comércio de materiais para artistas. Essa transformação, documentada na exposição “O impressionismo e o Brasil”, foi um dos fatores que concorreram para que a pintura feita ao ar livre, buscando a luz natural, sob a influência do movimento impressionista francês, ganhasse corpo no Brasil.

É o que mostram dois documentos de época levantados pelo curador Felipe Chaimovich: um guia de ruas e estabelecimentos comerciais do Rio de Janeiro, publicado anualmente à época, e um mapa comercial do centro do Rio, de 1874.

Eles acompanham 70 pinturas de precursores do movimento na França – notadamente Pierre-Auguste Renoir e seus quadros que fazem parte do acervo do Masp – e de artistas brasileiros ou que vieram ao Brasil e aderiram à então chamada pintura pitoresca, executada ao ar livre com o impulso de novas tintas, pincéis e equipamentos portáteis.

Entre os artistas, destacam-se obras dos irmãos João e Arthur Timótheo da Costa, de Georgina de Moura Andrade Albuquerque, Lucílio de Albuquerque, Eliseu D’Angelo Visconti, Antônio Garcia Bento, Mário Navarro Costa, Giovanni Battista Castagneto, Antonio Parreiras e uma tela de Georg Grimm, polêmico pintor pitoresco bávaro que ministrou aulas no Brasil, a contragosto da Academia Imperial de Belas-Artes.

Completam a exposição três vídeos didáticos feitos pelo cineasta Carlos Nader (de Pan-cinema permanente, 2008, e Homem comum, 2015), sobre turismo pitoresco, o ensino da pintura de paisagem no Brasil e um terceiro sobre a preparação da paleta e seu uso pelos impressionistas.

O impressionismo e o Brasil

Curadoria: Felipe Chaimovich
Abertura: 16 de maio de 2017 (terça-feira), às 20h
Visitação: de 17 de maio a 27 de agosto de 2017
Grande Sala
Entrada: R$ 6,00 – gratuita aos sábados
Local: Museu de Arte Moderna de São Paulo – Grande Sala
Endereço: Parque Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral,
s/nº – Portão 3)
Horários: terça a domingo, das 10h às 17h30 (com permanência até as 18h)
Tel.: (11) 5085-1300

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN