Modo de comprar tecnologia nas redes públicas tem entraves à inovação

Estudo avaliou barreiras e buscou caminho para estimular inovação na educação pública brasileira

Compartilhe
, / 285 0

Como as inovações tecnológicas chegam às escolas públicas? Da licitação à sala de aula, um estudo avaliou o modo como os órgãos públicos compram tecnologia e sugeriu caminhos para que isto seja feito de forma mais efetiva. Ele foi feito pela Iniciativa para Inovação na Educação Brasileira (IIEB) com apoio do centro independente de pesquisa interdisciplinar InternetLab. 

O estudo mostra que é preciso repensar o processo atual de compra de tecnologia para educação. Uma das conclusões é de que as compras de tecnologia educacional no Brasil se concentram nos equipamentos (hardware) e se esquecem dos programas que irão apoiar o uso dele.

A coordenadora do IIEB, Lucia Dellagnelo, disse ao Porvir que uma mudança positiva seria a parceria entre os empreendedores e o setor público, para que trabalhem juntos pela inovação na educação. Outra sugestão é a união entre o governo, universidades e terceiro setor para que as compras resultem em mais efetividade.

Com informações de Porvir

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN