Método de alfabetização cubano será usado no Brasil

A princípio, 100 educadores serão capacitados no Piauí

Compartilhe
, / 812 0


O ministro de Educação, Fernando Haddad, e o embaixador de Cuba em Brasília, Pedro Núñez Mosquera, assinaram um acordo de cooperação educativa que prevê a formação de brasileiros com o método cubano de alfabetização
Yo sí puedo

, conhecido internacionalmente.



O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, redigiu uma carta explicando ao embaixador sua pretensão de utilizar o programa
Yo sí puedo

em um projeto piloto em três municípios do estado do Piauí, um dos mais pobres do país. Otreinamento dos primeiros 100 alfabetizadores brasileiros começará em 3 de outubro e terá a duração de cinco meses.



Este acordo faz parte de um protocolo de intenções para a cooperação internacional na alfabetização de jovens e adultos assinado em setembro de 2003 por ambos os governos. O método já foi empregado com sucesso em vários países latino-americanos, como Haiti, Argentina, Venezuela e Nicarágua e República Dominicana.



(Fonte: Folha Online)



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN