MEC anuncia medidas que se propõem a resolver a falta de professores no ensino médio

Contratação de profissionais sem licenciatura está entre as soluções

Compartilhe
, / 875 0


O secretário da Educação Básica (SEB/MEC), Francisco das Chagas Fernandes, divulgou a proposta do Ministério da Educação para suprir a carência de professores no ensino médio. A decisão foi feita durante a reunião do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), no dia 14 de abril, em Manaus (AM).

O documento apresenta algumas alternativas do Ministério da Educação (MEC) para a resolução do problema. A idéia é apoiar atividades estaduais, como o telecurso implantado em Pernambuco; contratar professores habilitados, porém fora da rede pública de ensino; e contratar graduados em matemática, física, química e matemática sem licenciatura ou graduados nas áreas afins, como economia, engenharia, medicina e veterinária. Estudantes que estejam terminando o curso de licenciatura nas disciplinas onde há carência de professores também poderão ser empregados pelos estados.

Segundo a diretora de políticas do ensino médio da SEB, Lucia Helena Lodi, o MEC deve assegurar a complementação pedagógica dos profissionais contratados sem licenciatura. As coluções para a falta de professores serão financiadas pela verba de R$ 407 milhões do orçamento do MEC para a melhoria do ensino médio.

(Fonte: MEC)



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN