Língua afiada

Publicação inédita trata com profundidade as várias nuances da língua portuguesa

Compartilhe
, / 881 0





Lívia Perozim



Quem nunca se confundiu ao conjugar verbos no
infinitivo

? Ou ficou em dúvida sobre qual a melhor maneira de escrever um e-mail com mensagens profissionais? Por ser dinâmica, a língua sempre nos reserva alguma surpresa. Por exemplo, quem haveria de desconfiar que
muçarela

se escreve
assim,



com cê-cedilha? Para desvendar esses e outros mistérios da língua e discutir o seu papel em nosso cotidiano, a Editora Segmento lançou, em agosto, a revista
Língua Portuguesa

(R$ 7,90).





A publicação bimestral é inédita no mercado e trata com profundidade a influência da língua em vários campos, como política, cultura, história, literatura e artes.


“A revista tenta mostrar que a língua tem um papel importante para a atividade profissional, a defesa de nossas idéias e de nossa diversidade cultural. Não é um mero armarinho de certos e errados, mas a reafirmação de uma visão de mundo”, explica Luiz Costa Pereira Junior, editor da revista.











Já no primeiro número, a
Língua Portuguesa

traz uma entrevista com Millôr Fernandes, tradutor de Skaspeare, Pirandello, Racine e outros clássicos. Autodidata em idiomas, Millôr – que também é dramaturgo, roteirista, compositor e ilustrador – conta com bom humor como sua carreira foi marcada pela inquietação com a linguagem e revela que rompeu com o português padrão: “Não tenho carinho especial pela gramática”.





Além de sua antipatia por regras gramaticais, Millôr fala sobre a importância da leitura, os estrangeirismo e comenta o estilo de linguagem daqueles que foram presidentes do Brasil.




Atenta aos fenômenos da língua, a revista discute um vício de linguagem muito corrente nos grandes centros urbanos, o gerundismo.
Quem vai estar lendo
,

vai estar descobrindo


 

as origens desse fenômeno, importado da língua inglesa, que simula um certa formalidade, mas foge do compromisso com a palavra dada.





Esta edição número 1 da
Língua Portuguesa

também traz reportagens sobre a linguagem figurada do presidente Lula, a história de um professor paraibano que construiu uma gramática toda em cordel, as diferentes traduções do poema “O Corvo”, de Edgar Allan Poe e os sinais do português antigo em alguns lugares do país, entre outras curiosidades.





Para completar,
o



time de colunistas da
Língua Portuguesa

é formado por nomes reconhecidos na área, como Josué Machado, Luiz Jean Lauand, Marcelo Coelho, Moacyr Scliar e Pasquale Cipro Neto.







Aos que se divertem, prezam e querem aprender mais sobre o universo da língua, vale conferir a edição impressa da revista



Língua Portugue
sa

.








Acesse o site:

 



www.revistalingua.com.br





 


Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN