Indefinição no programa “Quero ser professor”

Anunciado pelo MEC com o objetivo de despertar vocações docentes e científicas entre alunos, ele segue sem previsão de implementação

Compartilhe
, / 1092 0

Entre 2013 e 2014, o Ministério da Educação anunciou a criação do programa “Quero ser professor, quero ser cientista”, cujo objetivo era despertar entre os alunos do ensino médio vocações docentes e científicas. Pelas informações divulgadas, o programa seria operado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que concederia 40 mil bolsas de iniciação júnior, no valor de R$ 150, para estimular a participação dos estudantes em atividades de monitoria, pesquisa cientifica e tecnológica, bem como em visitas a universidades federais para manter contato com laboratórios e pesquisas. Passado mais de um ano, o edital anda não foi lançado e não há previsão de quando isso ocorrerá ou se o programa será cancelado, como confirmou a Capes via assessoria de imprensa.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN