Igualdade será tema obrigatório na formação de professores

Objetivo é capacitar educadores para ensinar tolerância no ensino público brasileiro

Compartilhe
, / 1033 0


O Ministério da Educação (MEC) e as secretarias especiais de políticas para as Mulheres (SPM) e de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), juntamente ao Conselho Britânico, firmaram uma parceria nesta quinta-feira, 11 de agosto, para implementar os temas igualdade de gênero, raça, etnia e orientação sexual no currículo da formação de professores da educação básica das redes públicas de ensino em todo o país.



O ministro interino da Educação, Jairo Jorge, acredita que “a partir desse processo de mudança na formação daqueles que trabalham diretamente com nossas crianças e jovens, podemos difundir a cultura da paz e da tolerância, que é fundamental num mundo marcado pela violência e pela fragmentação”.



Na parceria, caberá ao MEC, entre outras atividades, participar da capacitação dos professores, colaborar no desenho do programa, das atividades e dos materiais didáticos, selecionar e acompanhar o trabalho dos consultores. A Seppir vai monitorar o projeto, avalizar os materiais didáticos, a metodologia dos cursos, fazer orientação técnico-pedagógica. A SPM será a coordenadora do projeto e responsável pela articulação com as prefeituras municipais para a definição dos cursos e seminários de formação. O Conselho Britânico trará ao Brasil especialistas de universidades do Reino Unido para auxiliar na elaboração e implementação do formato dos cursos, além de acompanhar a elaboração dos conteúdos, avaliar o projeto e divulgar seus resultados.



O curso de formação terá carga horária de 120 horas e serão utilizados materiais didático-pedagógicos próprios, em seminários e cursos presenciais e semipresenciais. Um projeto-piloto está programado para este semestre nos estados do Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, Rondônia e Mão Grosso do Sul.



(Fonte: MEC)



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN