Helena Bomeny

coordenadora do Programa de Promoção da Reforma Educativa na América Latina e Caribe

Compartilhe
, / 1040 0



O
Programa de Promoção da Reforma Educativa na América Latina e Caribe

acompanha a situação da educação – principalmente educação fundamental – em oito países da região.  Em todos os relatos de pesquisa, em todos os dados de avaliação de resultados, um ponto recorrente na crise de desempenho e melhoria da educação fundamental é a formação do professor.  Não há programa de reforma e qualidade de curso que resista a professores desmotivados, inseguros com relação às disciplinas e aos conteúdos que tenham que ministrar, mal apoiados com instrumentos que facilitem a metodologia de ensino e isolados, sem conexão em rede de apoio mais substantivo.

Um dos grandes problemas, a meu  juízo, tem que ser tratado diretamente pela crítica aos cursos de pedagogia – muito mais formais que substantivos, muito distanciados do que efetivamente os professores têm que cumprir com os ensinamentos básicos do ensino fundamental. Romper com a tradição de cursos engessados é um desafio que não se impõe apenas ao Brasil, mas a muitos países da região.  Um programa direto de formação de professores, estímulo e avaliação de desempenho docente seria o primeiro, e talvez o mais importante, passo para a melhoria da educação latino-americana.







           



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN