Livro traça panorama da trajetória educacional do Brasil a partir de depoimentos de ex-ministros

Escrita pelo jornalista Antônio Gois, publicação cobre período que vai do fim da ditadura militar até o governo Dilma Rousseff

Compartilhe
, / 1000 0

Entre 1979 e 2016, o Brasil teve 19 ministros diferentes à frente do MEC (Ministério da Educação). Em novo livro escrito pelo jornalista Antônio Gois, 13 deles relatam a experiência de comandar a pasta e fazem um balanço de suas gestões. Gois também ouviu Maria Helena Guimarães de Castro, presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no ministério de Paulo Renato Souza (1995-2002).

O conjunto das entrevistas ajuda a traçar um panorama da trajetória educacional do país nas últimas quatro décadas, cobrindo o período que vai do governo João Baptista Figueiredo (1979-1985), já no fim da ditadura militar, e o governo Dilma Rousseff (2011-2016).

“Nestas quase quatro décadas, os ministros conviveram com o desafio de implementar políticas públicas no setor considerando o momento socioeconômico de sua época”, explica Gois.

De acordo com o jornalista, a média de tempo de cada gestor à frente do MEC nesse período foi de dois anos – e o pouco tempo para exercer o trabalho resulta, em parte, dos períodos conturbados que o país enfrentou.

O país atravessou nessas quase quatro décadas períodos de graves crises econômicas – algumas delas marcadas por taxas anuais de inflação superiores a 1.000% – e de instabilidade política, como o impeachment de dois presidentes da República. Foram tempos difíceis, mas também de avanços, a começar pela transição democrática após o fim de uma ditadura militar de 21 anos”, diz o jornalista.

O livro, intitulado Quatro décadas de gestão educacional no Brasil, é uma iniciativa do Instituto Unibanco em parceria com a Fundação Santillana. As entrevistas que integram a publicação foram realizadas em vídeo e podem ser assistidas no site do Observatório de Educação. Também é possível baixar o livro gratuitamente no Observatório de Educação e no site da Fundação Santillana.

gestão

Imagem: Reprodução

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN