Gasto com salário de professores no Brasil é menor que média mundial

Relatório da OCDE também constatou que docentes de outros países chegam a ter remuneração inicial maior que o dobro dos brasileiros

Compartilhe
, / 293 0

Nos anos iniciais do ensino fundamental, a remuneração de pessoal representa 73% do orçamento da educação. Segundo o relatório Education at a Glance 2015: Panorama da Educação, da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), este índice está abaixo da média mundial, que é de 79%.

O documento ainda constatou que a média do salário inicial dos docentes brasileiros da pré-escola é metade da média dos outros países pesquisados. Esta diferença só cresce nos níveis mais elevados de educação. Para todas as etapas, os salários iniciais dos professores no Brasil também são menores do que em outros países latino-americanos, como Chile, Colômbia e México.

Por outro lado, o relatório da ainda aponta que o gasto público em educação tem aumentado no Brasil, e a parcela dedicada à educação no gasto público brasileiro (5,6%) é maior do que a média dos países pesquisados (4,7%). Ela é a quinta mais alta entre todos os países e parceiros da OCDE com dados disponíveis.

A publicação oferece dados sobre a estrutura, o financiamento e o desempenho de sistemas educacionais de 46 países, sendo 34 membros da OCDE, países parceiros e do G20. Os dados sobre o Brasil podem ser lidos (em inglês) no link.

Com informações da Agência Brasil

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN