Frei Betto aponta para mercantilização da Educação em apresentação de fórum

Teólogo diz que governos neoliberais transformaram o ensino mundial em produto

Compartilhe
, / 1014 0



Redação



Frei Betto, ex-acessor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, demonstrou hoje, na abertura do Fórum Social para a Educação na Catalunha, sua preocupação com a mercantilização do ensino mundial. O educador acusou os governos neoliberais e alguns órgãos supranacionais de transformarem o sistema educativo em um produto do mercado, ao qual só terão acesso os privilegiados.





 





O encontro aconteceu na Universidade de Barcelona (UB), em Barcelona, Espanha, com o objetivo de analisar as deficiências do atual sistema de educação mundial. Frei Betto, teólogo e escritor, é conhecido no Brasil pelas ações na área de Educação para as classes menos favorecidas.





 





Frei Betto culpou as organizações OMC (Organização Mundial do Comércio), o G-7 (Grupo dos sete países mais industrializados) e o Banco Mundial por este processo. Disse que o atual modelo educativo segue padrões da ideologia capitalista norte-americana e da Europa Ocidental, e “potencializa a competitividade” em vez de “impulsionar a colaboração” entre os estudantes.




Entretanto, segundo o teólogo, a Educação nos países pobres é hoje menos permeável a esse modelo de ensino mercantilizado dos países ricos.


Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN