Francisco das Chagas Fernandes

secretário de Educação Básica do MEC

Compartilhe
, / 841 0


Creio que nos últimos anos evoluímos no quesito educação. Atingimos quase 97% de universalização do ensino fundamental e médio, marca inédita na história do país. Mas a qualidade do ensino e o aumento das matrículas são questões a serem aprofundadas. Esses são os principais problemas. E, para corrigi-los, estamos lidando com a redefinição do financiamento para os ensinos fundamental e médio. Para isso foi criado o Fundef. Entramos na formação do professor, tanto em sua formação inicial quanto na continuada, porque o professor é uma figura fundamental desse processo. Hoje ele enfrenta três problemas básicos: formação inadequada, carreira e salários. O professor precisa de uma formação permanente tanto em sua área específica quanto à realidade em que vivemos, ao nosso país, à sua comunidade. Ele deve estar a par do cotidiano. Mas se ele não tem um salário compatível com sua missão, fica difícil.

Por último, creio que a educação é um processo, não se faz educação na base do choque. Enxergo como muito positivo o processo que as autoridades federais e estaduais fazem na educação no país neste momento, tanto as federais quanto as estaduais e de outras esferas. A qualidade agora é a prioridade, após os avanços conseguidos na quantidade. Criança matriculada que aprende sem qualidade continua excluída. Por isso vejo que, em dez anos, creio que estaremos em melhores condições quanto a isso.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN