Foco na produtividade

SERVIÇOS | Edição 205 Por que investir em coaching pode ser um bom caminho para tornar os processos mais eficazes nas instituições de ensino …

Compartilhe
, / 255 0

SERVIÇOS | Edição 205

Por que investir em coaching pode ser um bom caminho para tornar os processos mais eficazes nas instituições de ensino superior

por Juliana Duarte

© Shutterstock


O que é

Estratégia para melhorar o desempenho dos funcionários por meio da intervenção de um profissional especializado. São utilizadas metodologias, ferramentas e técnicas específicas para o estímulo a mudanças de postura, à busca por novas conquistas e à valorização das formas pessoais de produtividade.

Como funciona
Um coach, profissional que aplica os treinamentos, é contratado pela universidade para fazer uma análise dos funcionários. Tal processo envolve a aplicação de um questionário prévio e a realização de entrevistas presenciais e individuais. O objetivo é investigar a situação atual e descobrir quais são os objetivos do cliente. Essas informações formam a base para um plano de ação que fará a instituição alcançar as metas traçadas em um curto espaço de tempo. Ao longo do processo, reflexões são promovidas para a descoberta de pontos fortes e para a identificação de oportunidades de melhorias. Nessa etapa, o objetivo é garantir estrutura e foco às equipes. No decorrer dessa trajetória, o coach ainda oferece apoio a todos os envolvidos (ele aponta os erros e as possíveis formas para corrigi-los).

Quanto custa
As empresas costumam cobrar por sessão. O preço pode variar bastante: de R$ 250 a R$ 3 mil.

Por que utilizar
A metodologia transforma as decisões em planos de ação. O papel do coach é elaborar e incentivar um processo de transformação. Ele será responsável por ajudar o colaborador a visualizar o que precisa ser feito para a instituição sair de sua  zona de conforto e passar a apostar no novo. A partir de um planejamento estratégico, os processos dentro da universidade tendem a ficar mais fluidos e eficazes. Com um objetivo bem traçado, a produtividade das equipes também pode aumentar. Habilidades como flexibilidade, comunicação, controle emocional, gestão do tempo e visão sistêmica, entre outras, são trabalhadas ao longo do processo.

Tipos
Há o coaching de negócios, voltado para empresas que buscam organização e crescimento; o executivo, indicado para profissionais de grandes organizações que irão comandar equipes e operações; o de carreira, que ajuda na busca de um novo rumo profissional; e o de vida, recomendado para quem busca o desenvolvimento pessoal.

Onde encontrar
Angela Vieira: www.angelavieira.com.br
Elevartis: www.elevartis.com.br
Tiê Coaching: www.tiecoaching.com.br

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN