FNDE investiga valor exato do repasse indevido para Sistema S

MEC pede que a verba seja devolvida para investimentos na Educação

Compartilhe
, / 809 0





Redação

Depois da descoberta do repasse indevido dos recursos do salário-educação para o Sistema S, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) realiza, desde o dia 28 de março, um levantamento contábil para verificar o valor exato da verba transferida e realizar a correção imediata dos repasses relativos a 2005.





O Sistema S, que reúne entidades como o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Serviço Brasileiro e Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), reconhece que tenha recebido entre R$ 700 milhões e R$ 750 milhões do salário-educação. O ministro da Educação, Tarso Genro, pedirá o retorno do dinheiro.


Os recursos do salário-educação são provenientes de contribuições pagas pelas empresas sobre a folha de pagamento e destinam-se ao apoio de programas como a merenda e o transporte escolar e a compra de livros didáticos.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN