Filme sobre movimento estudantil ganha prêmios no Festival de Berlim

‘Espero tua (re)volta’, da diretora Eliza Capai, foi premiado pela Anistia Internacional e Fundação Heinrich Böll e destaca as ocupações estudantis que ocorreram em São Paulo

Compartilhe
, / 0

As ocupações das escolas estaduais por estudantes secundaristas, em 2015, são o tema do filme Espero tua (re) volta, da diretora capixaba Eliza Capai. O longa foi selecionado para o Festival de Berlim – um dos mais importantes eventos de cinema do mundo — e venceu o Prêmio da Anistia Internacional (AI), que dá ênfase a trabalhos voltados aos direitos humanos, e também ganhou o Prêmio da Paz, concedido pela Fundação Heinrich Böll.

Os narradores do filme são três ex-secundaristas (Lucas “Koka”, Marcela Jesus e Nayara Souza) que participaram das ocupações em São Paulo contra o fechamento de 90 escolas estaduais e o remanejamento de cerca de 300 mil alunos para outras unidades. Foram quase 60 dias em que cerca de 200 escolas foram ocupadas. A mobilização dos jovens fez o governo de São Paulo voltar atrás em sua decisão.

Movimento estudantil

O que estes estudantes queriam e a compreensão sobre o movimento estudantil fazem parte da construção da obra, que possui imagens de manifestações que ocorreram desde 2013 — ano em que os atos explodiram — até a vitória do presidente Jair Bolsonaro em 2018. Feminismo, temas LGBTQ+ e antirracismo também englobam os discursos dos narradores.

A diretora Eliza conta que o filme ter recebido esses dois prêmios é uma honra e um alívio muito grande. “É entender que um filme local, que se passa em São Paulo, consegue comunicar temas importantes para fora do nosso mundo. Esses prêmios são como um selo da importância social que esse filme tem”, comemora.

espero tua revolta filme movimento estudantil

Leia também:

Livro recém-lançado abre espaço para indígenas relatarem suas lutas

Escolas públicas transformadoras são destaques de série online gratuita

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN