Ferramentas são melhorias do corpo

Desenvolvemos os aparatos para driblar as limitações do corpo humano

Compartilhe
, / 1028 0

Todas as ferramentas que inventamos são melhorias nas ferramentas não inventadas, que nascem conosco. Martelo é melhoria de mão. Binóculos, microscópios e telescópios são melhoria dos olhos. Bengala e bicicletas são melhorias das pernas. Os animais não precisam inventar ferramentas para construir suas casas porque suas ferramentas já nascem com eles. Nossas ferramentas naturais não podem se comparar às ferramentas dos animais. Nossas unhas são fracas: quebram facilmente e não se prestam a cavar buracos como os tatus. Nossos dentes são fracos: não se prestam a cortar árvores como os castores. Nossas pernas são muito fracas: não prestam para correr como os avestruzes ou para saltar como os gafanhotos. Foi aí que o corpo começou a pensar.


Pensou em como melhorar o corpo para torná-lo mais forte. Um homem queria comer uma noz. Tentou abri-la com a mão. A mão era fraca. Não conseguiu. Tentou quebrá-la com os dentes. Os dentes eram fracos. Não conseguiu.  Mas ele queria comer a noz! Aí ele viu uma pedra, segurou-a e quebrou a noz! Estava inventado o martelo! Depois se encontrou com um lobo que queria comê-lo. Não podia fugir (suas pernas eram lerdas) e não podia lutar com o lobo (não tinha dentes afiados e nem garras). Aí viu um pedaço de pau, agarrou o pau e bateu na cabeça do lobo que fugiu ganindo. Estava inventado o cacete.


***
Os Incas eram uma civilização muito adiantada que viveu na cordilheira dos Andes por muitos séculos. Os espanhóis que invadiram o nosso continente junto com os portugueses destruíram o que encontraram. Inclusive a civilização Inca.  Machu-Pichu é o nome de uma cidade sagrada que os Incas construíram, no alto de uma montanha, no meio da selva. Suas casas eram feitas de pedras enormes que eles cortavam com tanta precisão  que não era preciso usar qualquer massa para colar umas nas outras. Para cortar as pedras com tal perfeição, suas ferramentas tinham de ser muito boas.


– Agências de turismo são ótimos lugares para  aprender geografia e história. Elas distribuem gratuitamente folhetos sobre lugares interessantíssimos. Vá a uma agência de turismo e peça um folheto sobre Machu-Pichu.


– Para conhecer as ferramentas, faça uma visita a uma loja de ferragens e peça que alguém lhe explique as ferramentas e o seu uso. Seria legal trazer à escola um pedreiro para mostrar a vocês as ferramentas que ele usa para construir uma casa. E um carpinteiro para mostrar as ferramentas que ele usa para fazer as partes de madeira da casa. E um eletricista, um encanador e um vidraceiro. Professores e professoras não sabem todas as coisas. Mas há, ao redor da escola, muitas pessoas que sabem coisas! Vocês aprenderiam muito e essas pessoas ficariam felizes se fossem convidadas a explicar o que fazem. Ferramentas são brinquedos muito interessantes.  Aprendi a usar as ferramentas quando menino para fazer os meus brinquedos. Isso me dava grande prazer. Você tem uma caixa de ferramentas? Uma sugestão: há pessoas que colecionam moedas, outras colecionam selos. Pablo Neruda, poeta chileno, colecionava conchas. Você poderia colecionar ferramentas. Diga aos seus pais, avós, tios e amigos que você vai colecionar ferramentas! Dentro em pouco você terá uma oficina completa!

Rubem Alves
Educador e escritor
rubem_alves@uol.com.br

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN