Escolas particulares de SP são proibidas de realizar “vestibulinhos”

Para juiz, prova classificatória contraria Lei de Diretrizes e Bases

Compartilhe
, / 949 0


Os colégios paulistanos Visconde de Porto Seguro, no Morumbi (zona Sul), Santa Cruz, no Alto de Pinheiros (zona Oeste), e a escola Nossa Senhora das Graças, no Itaim Bibi (zona oeste), foram proibidos, no último sábado, 17, de realizar “vestibulinhos” para selecionar alunos ingressantes na primeira série do ensino fundamental.



Segundo o juiz federal de plantão, Nilson Martins Lopes Júnior, da 1ª Vara Previdenciária, responsável pela liminar, a decisão também poderá ser estendida para todo o Estado de São Paulo e do país. A realização deste tipo de prova, para o juiz, contraria a Lei de Diretrizes e Bases. “Não se pode impedir o acesso de nenhuma criança ao ensino fundamental”, afirma.



A procuradora da República Eugênia Augusta Gonzaga Fávero diz que não há notícias sobre a realização dos “vestibulinhos” em outras escolas. “Mesmo sem serem mencionados na ação, nenhum colégio pode fazer provas para acesso ao ensino fundamental.”



(Folha Online)



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN