Educação como prioridade máxima: movimento faz ato na câmara em defesa do ensino público

Acontecimento marca a comemoração de 10 anos do movimento Todos pela Educação

Compartilhe
, / 670 0
Pixaby

Pixaby

 

“A educação deve ser a prioridade máxima do Brasil”. Nas palavras de Ricardo Falzetta, gerente de conteúdo do movimento Todos Pela Educação (TPE), esse foi o objetivo principal do ato pela educação pública de qualidade, realizado  na Câmara dos Deputados em comemoração aos 10 anos do movimento.

Alunos, pesquisadores, pais, educadores e outros convidados participaram da sessão solene, realizada nesta quarta-feira, dia 21. Durante o evento, foi divulgado um manifesto de luta pela priorização da educação no governo.

Para o gerente de conteúdo do movimento, é fundamental que a sociedade participe do debate em torno da educação em todas as instâncias, desde a cobrança dos governantes, até o dia a dia nos estudos dos filhos. “A partir da educação, mudamos todo o resto”, diz.

TPE

O TPE é um movimento organizado pela sociedade, com participação de profissionais da imprensa, professores, pais, alunos, pesquisadores, entre outros setores. “O TPE surgiu com duas missões bem claras: colocar a educação em pauta e qualificar o debate em torno do tema”, explica Falzetta.

Isso é feito principalmente com a “tradução de informações oficiais”, como índices e balanços divulgados pelo governo. Entre essas ações, o movimento é responsável pela coordenação do Observatório da Educação, portal que monitora o cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE).

Entre os mantenedores do TPE, estão os institutos Península, Unibanco e Natura, as fundações do Bradesco, da Telefônica, do Itaú Social, e as empresas Itaú, DPaschoal e Gerdau.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN