Dos palcos para a sala de aula

Professor encontra na linguagem tetral um novo recurso pedagógico para trabalhar com os alunos

Compartilhe
, / 1049 0

Formado em Letras e Artes Cênicas, Júlio César Sbarrais é o que se pode chamar de “artista-docente”, expressão utilizada para denominar educadores que trabalham com a linguagem artística em suas propostas pedagógicas. Desde 2007, o professor recorre ao palhaço “Tinin” para tornar as suas atividades com os alunos mais lúdicas. O professor também utiliza outros personagens para ensinar língua portuguesa. Um dos seus preferidos, o cangaceiro Lampião, é frequentemente utilizado nas aulas de literatura de cordel.

Saiba mais na reportagem A sala é um palco.





Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN