De que forma a instituição reconhece o talento de seus alunos?

A QUESTÃO É… | Edição 208 Rogério Massaro Suriani, assessor acadêmico da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) A Fundação Armando Álvares Penteado reconhece o …

Compartilhe
, / 347 0

A QUESTÃO É… | Edição 208

Rogério Massaro Suriani, assessor acadêmico da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP)
A Fundação Armando Álvares Penteado reconhece o talento dos seus alunos de diversas maneiras. Desde 1965, a instituição realiza a “Anual de Arte”, uma exposição no Museu de Arte Brasileira da FAAP com obras produzidas por seus estudantes e selecionadas por uma comissão. Neste ano, a mostra está em sua 48ª edição e já se tornou referência no circuito cultural de São Paulo, revelando novos talentos para o mercado. Na Faculdade de Direito, os 30 melhores alunos realizam uma visita técnica anual aos órgãos federais de Brasília. As visitas contribuem para vivenciar a rotina do Judiciário e para que os estudantes conheçam a futura profissão na prática. Os calouros que obtêm os melhores resultados no vestibular recebem “bolsas mérito” de 80% a 100% em todos os cursos da instituição.

 

 

 

p08-VeraPiza2_05_04_2016Vera Toledo Piza, diretora-geral da Faculdade Paulista de Artes (FPA)
Reconhecer talentos em uma instituição voltada para as artes é – e precisa ser – uma constante. Na FPA, temos o Grupo de Teatro “Companhia Instável”, que é dirigido por um professor e conta com a participação dos estudantes. Concursos internos de artes visuais e design também prestigiam os talentos. Vale destacar o de criação de grafite no mural interno da faculdade e o de desenhos para a ilustração da camiseta ofertada aos alunos participantes do Enade. Além disso, a FPA concede “bolsa mérito” integral em um curso de pós-graduação da instituição aos formandos que se destacam. Acreditamos que essas atividades contribuem para a formação, e levam à descoberta e desenvolvimento de qualidades fundamentais para a formação integral do ser humano, como perseverança, responsabilidade, organização e disciplina.

 

 

 

 

p08-Patrícia-Cardim---Crédito-Roberto-SettonPatrícia Cardim, diretora-geral do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo
Incentivamos nossos estudantes a utilizar a #timebelasartes nas redes sociais quando publicam seus projetos. Dessa forma, temos acesso ao que estão produzindo e conseguimos pensar em parcerias e eventos para ajudá-los a ganhar notoriedade e reconhecimento profissional. Não podemos esquecer da importância de colocar a instituição e o trabalho de nossos alunos nas principais feiras do circuito artístico, pois elas propiciam um laboratório real e comercial. Um exemplo disso são as participações na SP-Arte e no Salão Satélite de Milão. Traçamos “Rotas” com nossos alunos. Afinal, não é à toa que esse é o nome das exposições frequentes que realizamos na faculdade para apresentar trabalhos dos graduandos e dos formados.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN