Currículos do ensino infantil e fundamental podem mudar neste ano

Para Maria Beatriz Luce, do CNE, atuais diretrizes estão defasadas

Compartilhe
, / 848 0



As Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil e Ensino Fundamental serão revistas neste ano, por conta de sua atual defasagem. A garantia é de Maria Beatriz Luce, membro da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CEB/CNE), que participou nesta quinta-feira, 25 de maio, em Brasília (DF), do
2º Fórum Nacional Extraordinário da União dos Dirigentes Municipais de Educação

(Undime).




 




De acordo com ela, as mudanças são necessárias também por causa da implantação do ensino fundamental de nove anos, já que as crianças devem ser matriculadas um ano mais cedo.




 




Miguel Arroyo, professor titular emérito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e consultor do MEC, que também participou do encontro, considera os currículos cientificistas e diz que eles ignoram a realidade dos estudantes, e acabam fazendo com que as escolas passem por cima deles em prol de um projeto pedagógico próprio, o que não está certo.




 




Em um exemplo citado durante o debate, Arroyo fala sobre um adolescente que não sabe escrever, e que precisaria estar na mesma classe de pessoas da sua faixa etária, também não alfabetizadas, ao invés de ser colocado em uma sala de aula com crianças mais novas que estão aprendendo a ler e escrever.




 




 




(Fonte: MEC)


Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN