Cultivando a solidariedade

Projeto envolve alunos de agronomia na produção de alimentos orgânicos para população carente da região Com o propósito de atender à comunidade local e …

Compartilhe
, / 2243 0

Projeto envolve alunos de agronomia na produção de alimentos orgânicos para população carente da região

186_44

Com o propósito de atender à comunidade local e integrar ensino e sustentabilidade, a Universidade Camilo Castelo Branco (Unicastelo) criou o projeto chamado Associação Beneficente Ceres. A iniciativa, desenvolvida na cidade de Fernandópolis, em São Paulo, envolve os alunos do curso de agronomia na manutenção de uma horta cuja produção é revertida a entidades assistenciais da cidade e a funcionários de menor renda da própria instituição.

A produção acontece no mesmo espaço onde a Unicastelo mantém a horta destinada às atividades didáticas do curso de agronomia. O terreno tem um hectare de área cultivado com diversas hortaliças e tudo é feito de maneira orgânica, sem agrotóxicos ou fertilizantes químicos.

O projeto foi criado pelo professor de nutrição vegetal e olericultura da Unicastelo e atual presidente do projeto, Douglas Costa Martins, em parceria com seus alunos. Em 2011, tornou-se organização não governamental (ONG), da qual hoje participam cerca de 15% dos alunos desse curso. “Eles se envolvem em todo o processo, da seleção das mudas até a comercialização”, relata Costa. A ‘comercialização’ citada é fictícia, apenas para os alunos conhecerem todas as etapas do processo.

A participação rende aos estudantes as horas necessárias ao cumprimento de estágios exigidos pelo curso, juntamente com um certificado. Além disso, a Unicastelo também concede bolsas de estudo para seu curso de agronomia a jovens concluintes do Jovem Agricultor do Futuro, curso oferecido desde o ano passado pelo Ceres em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Assumindo desde 2011 a figura jurídica de uma ONG, o projeto pôde buscar recursos e consolidar parcerias de forma mais simples. Hoje o Ceres atrai alunos de outros cursos da Unicastelo, como o de Serviço Social, por exemplo, que colabora com ações dirigidas a entidades assistenciais locais.

Com a participação nesse projeto os alunos obtêm também outros benefícios. “As empresas hoje incluem a participação em atividades voluntárias entre os critérios de seus processos de seleção de profissionais”, observa o presidente do projeto. (Antonio Carlos Santomauro)

Raio X
Associação Beneficente CeresInício do projeto: 2008
Número de alunos participantes: de 50 a 75 alunos a cada nova turma de agronomia. Atualmente também participam oito estudantes de serviço social.
Número de profissionais envolvidos: um professor, o coordenador do curso de agronomia e o coordenador de planejamento do campus.
Meta do projeto: utilizar a infraestrutura e os alunos para colaborar com a alimentação de pessoas carentes da região.

 

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN