Crianças fora da escola

Mais de 3,8 milhões de crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos estão fora da escola

Compartilhe
, / 962 0

Atualmente, mais de 3,8 milhões de crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos estão fora da escola. Os grupos mais atingidos pela exclusão são as crianças de 4 e 5 anos (1.154.572 ou 30% do total), com idade para frequentar a pré-escola, e os adolescentes de 15 a 17 anos (1.725.232 ou 44,8% do total),  que deveriam estar no ensino médio. Quem faz o alerta é o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que juntos criaram o portal Fora da escola não pode (www.foradaescolanaopode.org.br). O objetivo do site é facilitar a consulta de dados coletados sobre o tema pelo IBGE e demais fontes e que, geralmente, ficam ‘escondidos’ em planilhas. A consulta dos dados é feita por município e mostra quantos alunos estão fora da escola e quem são essas crianças e adolescentes, de acordo com idade, sexo, cor/raça, renda familiar e nível de instrução dos responsáveis.  Analisando os dados do Brasil, de maneira geral, vê-se que em todas as faixas etárias os mais excluídos são as meninas e os meninos negros, que vivem no campo, em famílias de baixa renda, com pais ou responsáveis com pouca ou nenhuma escolaridade. Também são vítimas da exclusão escolar as crianças e os adolescentes quilombolas, indígenas, com deficiência, em situação de trabalho infantil, que sofrem algum tipo de exploração ou estão em conflito com a lei. Como o objetivo é auxiliar os gestores a combater o problema, o site também traz análises sobre a situação da exclusão escolar no Brasil e exemplos de iniciativas bem-sucedidas que contribuem para combater a evasão e o abandono das escolas.  

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN