Computador já entrou nas escolas do País, mas ainda não está na sala de aula

Maioria dos professores aprendeu a acessar a internet sozinha, pagou pela própria capacitação e leva equipamento próprio para a escola

Compartilhe
, / 1016 0

No ano passado, 97% das escolas brasileiras dispunham de computador e 93% tinham acesso à internet. Apesar disto, apenas 8% das instituições colocavam estes equipamentos dentro da sala de aula. É o que descobriu a pesquisa TIC Educação 2014, promovida pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil. Ela também constatou que os professores buscam aprender a usar a tecnologia e a internet sozinhos. Quando procuram capacitação, ela é feita com recursos próprios.

Segundo a pesquisa, 75% dos professores pagaram pelo curso de capacitação de acesso à internet ou ao computador. Mais da metade (51%) levam o próprio equipamento à escola para, na maioria das vezes, fazer uso pedagógico. Entre eles, 91% afirmam que fazem isso para pesquisar conteúdos para a aula, enquanto 75% usam para exibir este conteúdo aos alunos.

Se, entre os professores, a escola é o segundo local de acesso mais frequente à internet (para 11% deles), para os alunos ela fica em terceiro lugar (8%), perdendo para a própria casa e a de amigos. Em contrapartida, a escola é local de acesso à internet pelo celular para 38% dos estudantes.

A velocidade de internet mais comum nas escolas (em 18% delas) é de 2 Mbps, indicada pelo Programa Banda Larga nas Escolas. Em segundo lugar, 14% das escolas acessam a rede com a velocidade de 1 Mbps. Enquanto isso, 27% não sabem a velocidade oferecida na instituição. A pesquisa ouviu 9532 alunos e 1770 professores de 930 escolas públicas e particulares brasileiras.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN