Como aproximar os alunos da prática profissional?

A questão é… | Edição 198 Alan Almario, diretor acadêmico da Universidade Ibirapuera (UNIB) Aliar o conteúdo acadêmico à prática profissional e empreendedora é …

Compartilhe
, / 851 1

A questão é… | Edição 198

DivulgaçãoAlan Almario, diretor acadêmico da Universidade Ibirapuera (UNIB)
Aliar o conteúdo acadêmico à prática profissional e empreendedora é um dos principais objetivos dos cursos da Universidade Ibirapuera, que propicia a seus alunos experiências significativas (em salas de aula e em laboratórios) para o desenvolvimento de suas carreiras. Após a fase de experimentação em aula, o aluno é estimulado a compartilhar esse conhecimento e colocá-lo em prática em eventos institucionais e comunitários, monitorias, estágios e outras atividades que garantam a consolidação do saber  adquirido e ofereçam à nossa comunidade acadêmica oportunidades de usufruir os serviços prestados nessas atividades.

Metodista/Moa SitibaldiVera Lúcia Gouvêa Stivaletti, pró-reitora de graduação da Universidade Metodista de São Paulo
Em todos os cursos oferecidos, aproximamos os alunos da prática profissional. Na área da saúde, por exemplo, estudantes de farmácia, biomedicina, odontologia, fisioterapia e educação física atuam, desde o 1º semestre e até depois de formados, na policlínica mantida pela instituição. Já na área de comunicação, alunos podem exercer funções de editor, produtor, repórter etc. na agência e redação da própria universidade. Outro exemplo vem dos cursos de licenciaturas. Por meio de convênios com escolas públicas, os futuros professores têm a oportunidade de exercer atividades de monitoria e participar da elaboração de projetos diretamente com os gestores educacionais.

Elias Júlio Pozenato, coordenador do curso de administração da Universidade São Judas Tadeu
As organizações necessitam continuamente de profissionais capazes de tomar decisões assertivas no menor espaço de tempo. Nesse processo, a capacidade cognitiva desempenha um papel fundamental e é por isso que trabalhamos com o método PBL (problem based learning ou aprendizado baseado em problema) em sala de aula. Ele favorece a  proatividade e faz com que o aluno vivencie situações que encontrará na prática profissional. O método ainda favorece a aquisição de conhecimentos. Quando os conceitos são apresentados, as situações-problema já foram trabalhadas pelos alunos, que assim conseguem fazer associações mais facilmente.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN