Colégio da Embraer é considerado referência nacional pelo MEC

São US$ 2,3 mi investidos por ano na escola de ensino médio gratuito

Compartilhe
, / 1084 0




Redação

Depois de construir um prédio no valor de US$ 2,7 milhões para abrigar 600 alunos do ensino médio, o Instituto Embraer de Educação e Pesquisa, da Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (Embraer), criou o Colégio Engenheiro Juarez de Siqueira Britto Wanderley, em São José dos Campos (SP).


 


Segundo o Ministério da Educação (MEC), a escola já é considerada referência nacional no setor. Os laboratórios e salas de aula da instituição são equipados com tecnologias de ponta, para atender alunos do ensino médio da rede pública durante uma jornada de nove horas diárias de estudo. A Embraer desembolsa anualmente cerca de US$ 2,3 milhões, uma média de R$ 619,00 mensais, por aluno, com uniformes, material didático, transporte e alimentação gratuitos.


 


No vestibular de 2005, a taxa de aprovação dos estudantes da escola nas universidades públicas e privadas do país foi de 82%. Somente nos cursos superiores gratuitos, dos 195 candidatos do colégio, 84 tiveram êxito, o equivalente a 43%.


 


Para o diretor de desenvolvimento social da Embraer, Luiz Sérgio Cardoso de Oliveira, os bons resultados no vestibular demonstram a importância de uma boa proposta pedagógica, treinamento e motivação dos professores, aliados ao desenvolvimento da responsabilidade e criatividade dos alunos.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN