Cinco anos após última mudança gráfica, revista Educação ganha novo projeto

Versão impressa passou por reformulação

Compartilhe
, / 229 0

O ano de 2017 está sendo especial para a revista Educação. Ao completar 20 anos em maio último, a publicação já trazia sedimentadas significativas mudanças no relacionamento com seus públicos, ocorridas ao longo dos últimos anos e meses. Em 2016, um novo website, mais moderno e funcional, substituiu o projeto antigo, ganhando também agilidade no que diz respeito à publicação dos conteúdos. Se antes o impresso era a prioridade, hoje as duas plataformas são cada vez mais interativas.

Educação também tem se destacado na organização de eventos com conteúdos para gestores, como o Grande Encontro da Educação, cuja terceira edição aconteceu em agosto, nos “pequenos” encontros da Casa Educação e nas Jornadas da Educação, série de palestras realizadas neste ano no interior paulista que no ano que vem chegarão a outros estados brasileiros.

Para coroar este momento de realizações, Educação ganha nesta edição um novo projeto gráfico, alinhado com as tendências mais atuais do universo de revistas. Cinco anos após sua última mudança gráfica, a publicação acentua algumas opções já feitas em 2012, como o maior arejamento para facilitar a leitura, e inova mais em outros aspectos, como no logotipo da revista, que ganha tipologia mais leve e condensada, ajudando a equilibrar o todo da capa, que ficará mais centrado na matéria principal. O uso constante de figuras geométricas na composição visual compõe o todo proporcionando unidade.

Assinado pelo designer Pedro Ursini, o novo projeto partiu de quatro eixos norteadores: que os conteúdos da revista fossem apresentados da forma mais objetiva possível, do ponto de vista visual; que estivessem organizados de forma a oferecer uma publicação gostosa de ler; que seus elementos visuais fossem inspiradores e que a absorção do conjunto texto/imagens fosse percebida como enriquecedora.

Abaixo, relembre a evolução gráfica de Educação e veja alguns detalhes do novo projeto:

1997

No projeto inaugural, havia uma centralidade absoluta do texto

No projeto inaugural, havia uma centralidade absoluta do texto

2012

na reforma de 2012, os respiros e o conforto de leitura já começavam a ganhar relevância, o que se acentua na mudança de agora

Na reforma de 2012, os respiros e o conforto de leitura já começavam a ganhar relevância, o que se acentua na mudança de agora

2017

Nortes do novo projeto: objetividade, visual inspirador, leitura prazerosa e experiência enriquecedora

Nortes do novo projeto: objetividade, visual inspirador, leitura prazerosa e experiência enriquecedora

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN